Terapia da Fala

O Terapeuta da Fala é o profissional responsável pela prevenção, avaliação, intervenção e estudo científico das perturbações da comunicação humana, englobando não só todas as funções associadas à compreensão e expressão da linguagem oral e escrita mas também outras formas de comunicação não verbal. O Terapeuta da Fala intervém, ainda, ao nível da deglutição (passagem segura de alimentos e bebidas através da orofaringe de forma a garantir uma nutrição adequada). (ASHA, 2007).

Enquanto CDIJA o Terapeuta da Fala avalia e intervém em crianças e jovens, em idade pré-escolar e escolar.

São indicações para Terapia da Fala:

  • Atrasos no desenvolvimento da linguagem;
  • Perturbações dos sons da fala;
  • Perturbações da linguagem;
  • Deficiência auditiva;
  • Gaguez;
  • Disfonia infantil (rouquidão);
  • Dificuldades de aprendizagem (dislexia e disortografia);
  • Perturbações do espectro do autismo;
  • Fenda-palatina e/ou lábio-leporino;
  • Afasia infantil;
  • Perturbação da Comunicação e Relação;
  • Alterações na motricidade orofacial;
  • Dificuldades de mastigação e deglutição.

Quando procurar um Terapeuta da Fala:

  • Tem dois anos e não fala
  • Tem dificuldade em comunicar e socializar com os outros;
  • Não consegue falar de forma clara e organizada;
  • Troca alguns sons quando fala;
  • Não compreende o que lhe é dito;
  • Quando fala, repete algumas palavras e bloqueia;
  • Troca sons / letras quando escreve e lê;
  • Escreve com muitos erros;
  • A voz fica rouca com frequência;
  • Não mastiga ou engasga-se com frequência.