Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Todos nós, em diferentes etapas da nossa vida, precisamos de ajuda; para comermos, para aprendermos a andar, a saltar, a andar de bicicleta, a nadar; uns precisam de óculos para ver, outros de aparelhos para ouvir ou de cadeira de rodas para se deslocar. 

Atualmente, ainda assistimos frequentemente à exclusão da pessoa com deficiência. O preconceito só diminuirá quando aumentar a perceção e o conhecimento que todos somos diferentes, com especificidades que nos tornam únicos e especiais.

Sendo a Psicomotricidade uma área científica que estuda o psiquismo e a motricidade num todo global e individual, o Psicomotricista elabora programas habilitativos e reabilitativos atendendo às necessidades dos indivíduos nos domínios psicomotor, afetivo e percetivo-cognitivo, contribuindo para a sua autonomia e funcionalidade.

Este dia relembra a necessidade de tornarmos o mundo acessível às particularidades de cada um, promovendo a inclusão, direitos e bem-estar de todos na nossa sociedade.

Carolina Arruda
Psicomotricista Cdija